Como é fazer um Intercâmbio em Malta? Tudo o que você precisa saber antes de ir.

IMG_2378

Oi pessoal, mais um post novinho para vocês sobre intercâmbios. Quem ainda tem dúvidas ou não conhece o país Malta, não deixe de ler as próximas linhas.

Em maio de 2017, o destino, escolheu Malta como cidade para meu primeiro intercâmbio na vida. Digo, o destino, porque sempre sonhei em fazer intercâmbio em Toronto/Canadá. Porém, depois de tudo pago com a agência, o governo canadense não liberou o visto para que eu pudesse estudar lá. Nesse caso (depois de chorar horrores hehe) a agência me apresentou o país Malta )o qual eu nunca tinha ouvido falar). Por fazer parte da união europeia, os brasileiros não precisam de visto para uma estadia de até 90 dias. E assim foi que acabei conhecendo esse país. E quer saber? Não me arrependi de ter conhecido o velho mundo.

IMG_0345.JPG

Localizado no sul da Europa, Malta virou a queridinha dos brasileiros. Apesar de ser calculado em euro, Malta tem muitas escolas de idiomas mais em conta do que suas concorrentes na europa, as cidades de Londres e Dublin, o que atraiu os olhares em tempos de economia X custo benefício.

Além disso, ao pesquisar sobre o país, já havia ganhado mais uma adepta pelas suas fascinantes obras da natureza. Por ser uma ilha, Malta é banhada pelo Mar Mediterrâneo que geralmente possui águas quentes devido ao calor vindo do deserto do Saara. Contribuindo assim para um clima mais parecido com o que os brasileiros gostam. Sol e mar! (mas em determinadas épocas do ano a água é muito, mas, muito fria).

IMG_2341

uma das duas únicas praia de areia do país. O restante são praias de pedras.

Os malteses são povos que foram colonizados pelos ingleses em sua última colonização, por isso deixaram a herança do inglês na língua dos nativos. Apesar da sua língua oficial ser o maltês, todos na ilha falam o inglês, então não se preocupem pois, você vai falar o inglês na rua o tempo todo. São super receptivos com os turistas, não tive nenhum problema com isso.

A capital Valeta é de tirar o fôlego para os apaixonados por arquitetura, história ou simplesmente por qualquer pessoa que gosta de conhecer lugares novos. Monumentos da época da segunda guerra ainda encontra-se por lá.

Outra curiosidade é que Malta é um país católico e tem 365 igrejas espalhadas por todo país. Costuma-se dizer que Malta tem 1 igreja para se visitar por cada dia do ano. Não é legal? E são lindas por dentro.

Então se você estiver em Malta ou pensa em passar por lá, tire um dia todo para conhecer os encantos de Valeta. Veja a mais pura verdade por essas fotos.

Malta também conta com uma noite do agito, na cidade de Saint Julian’s. Por lá você encontra uma rua chamada Paceville, onde é o centro da badalação dos jovens e adeptos de boates e para quem curte muita azaração. Muitas dessas boates nem cobram ingressos para entrar e algumas ainda oferecem drinks de graça. Iai já se animou? Além de contar com boliches, casino, cinema, etc. Ficar parado por lá é que você não vai mesmo.

Achou pouco? Ainda temos as deslumbrantes paisagens naturais e grandes histórias que esse país te oferece. As duas ilhas irmãs chamada Gozo e Comino, fecham o pacote de coisas para se fazer em Malta. Além da cidade do silêncio, chamada Medna (onde foi gravado algumas cenas da Série Games of Thrones). Se for para Malta, precisa conhecer essas ilhas também, as escolas de idiomas fazem passeios por lá. Porém você tem como chegar as ilhas por conta própria. Pelo ferry ou barquinhos de turismo.

E então, já os convenci do porque fazer um intercâmbio em Malta e porque não me arrependi do destino ter escolhido este lugar para mim? Além de ser na Europa e você ter a oportunidade de conhecer outros países. Próximos posts falo como é estudar em uma escola de idiomas em Malta e como foi meu aprendizado. Então fiquem ligados!

Siga as redes sociais do blog e acompanhem mais fotos de tirar o fôlego deste país e de outros países pela Europa. Qualquer dúvida ou comentário só deixar aí logo abaixo.

É possível fazer um intercâmbio com pouca grana?

Olá meus amores,

Depois de um tempão volto à escrever para vocês. Antes de abordar o assunto do tema, venho explicar que comecei a criar este blog sem nenhuma pretensão, apenas porque gosto de escrever e queria compartilhar com outras pessoas dicas relevantes, e, um pouco que pudesse ajudar já seria de grande satisfação.

Parei por algum tempo, mas, agora, pronta para escrever para vocês alguns acontecimentos quais me ocorreram, maravilhosos, e gostaria de contar a vocês também. Um deles é sobre intercâmbios. Siim, eu consegui realizar meu sonhado intercâmbio! E vejo que muitas pessoas ainda têm bastantes dúvidas. Vamos lá começar.

Desejo de visitar, morar, conhecer outro país quem não tem nessa vida não é mesmo? Porém, isso parece um sonho tão distante para quem não nasceu em “berço de ouro”. Mas, calma! Se é isso mesmo que você quer, venho aqui te dizer que é possível! Já respondendo logo a pergunta do texto sem mais delongas. Agora, não é uma tarefa fácil! Mas quer saber? Isso torna o processo mais encorajador e te deixa com mais vontade de fazer a coisa acontecer.

IMG_0072

Felicidade em tirar essa foto do passaporte alá blogueirinha.

Não existe uma “receita de bolo” que eu possa te falar aqui, apenas dicas de como você pode fazer para chegar ao seu objetivo. Na verdade são dicas que vocês já sabem e não tem pra onde correr. A não ser que você encontre algum parente milionário que te deixou uma herança ou ganhe na loteria. (kkk). Brincadeiras à parte, existem algumas maneiras para visitar outros países, entretanto nesse post vou falar da maneira mais habitual e a que eu fiz, como um intercâmbio por intermédio de agências. Prontos para arrumar as malas? Atenção às dicas.

IMG_2950

Meu intercâmbio teve conexão em São Paulo. Na rota Recife/São Paulo voei pela Gol Linhas Aéreas.

1ª Dica: Você precisará de grana, isso é fato! O que fazer para isso? Simples, juntar! Sim, amores, tudo que você puder economizar e juntar essa grana você estará a um passo do seu sonho, objetivo. Se teu rendimento é pouco, tentar elaborar ideias de como ganhar mais dinheiro. Vale vender lanchinhos, docinhos em meio ao seu ambiente diário e juntar tudo que entrar. Se o seu salário dar para fazer um parcelamento junto a agência de Intercâmbio e já ir pagando, é uma ótima ideia também, mesmo que você ainda não tenha definido a data da viagem.

                                   dinehiro

 

2ª Dica: Sabe quela saidinha com os amigos finais de semana? Acabaram! Ta bom, você não vai virar uma samambaia, quase! (kk). Gente, se nosso primeiro passo é juntar grana, então não vamos gastar o que já foi suado guardar, certo? Pense que daqui a alguns meses você estará viajando e conhecendo outra cultura e outros locais que você nunca esteve antes. Quer mais empolgação que isso? Você não vai enlouquecer, nem morrer se parar um pouco em casa, te garanto! Sou prova viva. Quando me batia a “deprê” procurava locais na minha cidade onde a entrada fosse free, passei a conhecer mais os cantinhos da minha cidade que eu pudesse passear sem gastar. De quebra, ainda virei uma turista na minha própria terrinha. Oxente, maravilhoso!

 

3ª Dica: Se você acha que não vai conseguir guardar grana. É simples, assim que você tiver dinheiro em mãos, compra moeda estrangeira e vai juntando. Dessa forma você não irá gastar. Pode comprar o Dollar americano mesmo, afinal, ele nunca estará desvalorizado. Essa dica não é de economistas é uma sugestão minha, funcionou super bem comigo!

sacodinheiro-750x400

4ª Dica: Pesquisar bem, o país que queres morar, visitar, estudar. Organiza bem qual tipo de programa é direcionado para o teu perfil e o que você procura. Se for para estudar línguas, vale a pena pesquisar os pós e contras do país em questão. Digo o seguinte: Você tem um sonho de estudar nos estados unidos em Nova York, por exemplo, mas você sabe que é uma das cidades mais caras para isso. E se você descobrisse um outro lugar mais em conta para você pagar sua moradia e estudo? No mínimo você já teria sua experiência internacional.

IMG_0190

Imagina, você poder passar por uma experiências tipo essa? Alpes Suiços.

 

5ª (e última) Dica: Com toda fé e força de vontade do mundo, você já estará no país de destino! Huruu, você conseguiu!! Não tenho como descrever a felicidade que é essa sensação!! Por favor, quando estiver lá, tenta se entrosar com a cultura local, provar o novo que o momento estará te oferecendo. Brasileiros você encontrará em qualquer lugar do mundo mas, faz amizade com as pessoas de outras nações também, tenta falar o idioma local. Afinal, esse seria um dos objetivos, não é mesmo? E aproveita muito mas, muito mesmo o tempo que tu lutou bastante para viver. Respeito e educação são duas palavras que devem te acompanhar nessas aventuras. E esboa sorteee!

HGZE7028

PS: Em outro post contarei tudo sobre meu intercâmbio, qual cidade, quanto tempo passei, toda minha aventura. Fica ligadinho! Até o próximo post amores!

 

Como organizar um roteiro de viagem pelo Recife

De volta as dicas de viagens, “peguei” perguntando-me por que não fazer um post falando sobre minha cidade?! Afinal, não é porque você é cidadão de um determinado local que você não possa “viajar” conhecer seu próprio local onde mora. Pensando nisso, decidi fazer esse post dando dicas de como organizar um roteiro pela cidade do Recife, um destino bem procurado por muitos e encantador por sua história e belezas naturais. Recifense que sou, não poderia deixa-lá de fora. Vem saber o que o recife tem de bom!

Conhecida como a “Veneza Brasileira” por ser cercada por rios e suas pontes, repleta de ilhas e mangues, a capital de Pernambuco é destino certo no nordeste brasileiro por muitos turistas nacionais e internacionais. A terra do frevo (dança típica), possui um arsenal de  riqueza cultural tanto nas suas tradições assim como estabelecimentos que data de épocas coloniais. Banhada de praias paradisíacas e estrutura de cidade grande, com aeroportos, portos e rodoviárias.

RECIFE AEREA

RECIFE AEREA Vista aerea da cidade do Recife com destaque para o Bairro do Recife Recife / PE Credito : Leo Caldas

Quando ir

Quem pretende aproveitar as praias é bom vir de janeiro a maio e de setembro a dezembro. Praticamente a maior parte do ano é sol no Recife. Porém, nos últimos anos com o desequilíbrio ambiental, estamos passando por algumas pancadas de chuvas nestes meses (que seriam só de muito sol forte). Mas são coisas de dois, três dias e logo volta a fazer sol novamente.

Nos meses de junho, julho são os meses oficialmente de chuvas. O mês de junho é o  mês da famosa festa de São João. O mês de agosto a chuva é mais amena, porém é um mês com muito vento frio. Mas no geral, venha conhecer a cidade em qualquer época do ano e de acordo com a sua agenda.

Como chegar

De avião, pelo aeroporto Internacional dos Guararapes se você mora nos estados mais longe ou de outro país. De carro ou de ônibus pela Rodoviária se você mora nos estados vizinhos. Muitos turistas quando está aberta a temporada de cruzeiros, chegam pelo mar. O aeroporto não fica longe do grande centro hoteleiro (Boa Viagem) mais ou menos 2,3km, já a rodoviária fica um pouco mais longe cerca de 15,20km. Porém o acesso ao seu hotel pode se dar por metrô, ônibus ou táxi.

Quanto custa a viagem 

Recife tem preços para todos os bolsos, vai depender de quanto você pretende gastar. Existem vários albergues, inclusive da linha Hostelling Internacional (que na minha opinião são ótimos) com valores que pode partir de R$50,00, a diária, pousadas e hotéis mais sofisticados onde as diárias podem variar a partir de R$190,00, na Av. Boa Viagem. Existem hotéis também no centro da cidade. Com alimentação você pode gastar em média 30,00 por dia caso não opte por restaurantes muito sofisticados. Recife tem vários shoppings, e estabelecimentos que oferecem o famoso “PF” (prato feito), são muitas opções, pesquisar se não quiser gastar muito é uma boa saída. Para se locomover na cidade você pode pegar ônibus que te deixam no Recife Antigo, Olinda e outros pontos turísticos. A tarifa custa de R$2,80 a R$3,45. A malha de táxis é bem ampla, podendo também você escolher esta opção.

Como se locomover na cidade

 Ônibus, carro, táxi, como qualquer cidade grande. A dica que dou é para  ficar atento nos horários de pico, pois tanto de carro como de ônibus as principais vias ficam engarrafadas. Mas provavelmente você de férias visitando um novo local não vai acordar às 6h da matina para visitar pontos turísticos, não é mesmo? haha. É válido acordar este horário para caminhar ou correr na orla de Boa Viagem, Piedade, ou simplesmente vislumbrar a paisagem ,se você estiver por ali hospedado. Fica a dica!

O que fazer em Recife (roteiro turístico básico)

Recife além de cidade que abriga muita história tem a modernidade a seu favor. Um dos principais pontos turísticos é sem dúvida suas pontes e o marco zero da cidade, que fica localizado no antigo bairro do Recife hoje conhecido também como Recife Antigo. Nesta ilha ligada por três pontes ao chamado centro da cidade (de fato), abriga toda a história de onde começou a cidade. Hoje podemos encontrar muitos museus, bares, restaurante, feirinhas, Pubs, shopping, igrejas e mais. É  a parte da cidade mais visitadas por turistas e locais. Aos fins de semana é o “point” das atrações. Muitas vezes rolam shows free e apresentações de bandas locais com seus ritmos regionais como o forró. É indispensável fazer o passeio de catamarã, embarcação que te leva a conhecer a cidade por um ângulo diferente, passando pelo rio Capibaribe, você tem a oportunidade de descobrir bastante peculiaridades da história do Recife. Abaixo vou descrever uns dos pontos turísticos que você encontra por lá.

Museu Cais do Sertão; tem como partida a história do sanfoneiro Luiz Gonzaga mostrando a vida do sertanejo e muito mais atrativos. Muito legal a visita.

Paço do Frevo; local (tipo museu) que conta a história da dança típica do estado. Também ocorre apresentações da dança. Muito bom visitar, coloque na sua lista.

Shopping Paço Alfândega; onde desde da época dos holandeses funcionou o Porto do Recife passando ao longo dos anos por vários usos até ser revitalizado e transformado num centro comercial em prol da preservação do patrimônio histórico. Ao lado exite hoje uma livraria cultura.

Ainda pelo Recife Antigo você poderá conhecer a rua do Bom Jesus onde está situada a primeira Sinagoga das Américas, a Torre Malakoff onde antigamente era usada como observatório astronômico e muito mais.

Passando as pontes (Maurício de Nassau e Buarque de Macedo) sentido centro da cidade, não deixe de conhecer a Casa da Cultura, local onde em 1980 funcionou como presídio por 118 anos, construída em formato de cruz onde se cruzam ao centro por uma cúpula metálica, chamada de mirante. Hoje este espaço abriga mais de 150 lojas com artesanatos e lanchonetes e apenas 1 cela continua como realmente era, deixada pelos presos. Construção tombada pela Fundarpe como Patrimônio Histórico de Pernambuco. Não muito longe dali conheça o Mercado São José, o mais antigo mercado público do Brasil inaugurado em 1875, foi também o primeiro edifício construído em ferro do Brasil, tombado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) como patrimônio histórico.

Caminhando mais para a zona sul, você pode apreciar a praia de Boa Viagem, bares e restaurantes que por ali existem. Andando mais um pouco temos as famosas praias dos Carneiros, que já fiz um post sobre (aqui) e Porto de Galinhas. Não esqueça de dar um pulinho na cidade vizinha Olinda, se ainda te sobrar um tempo. Mas esta cidade tem tanta história que vou deixar para falar mais detalhes em um próximo post.

Me falem se vocês gostariam de ler e conhecer mais sobre a cidade de Olinda! Só uma dica, até hoje sou encantada com sua história quando tive a oportunidade ao longo dos meus 14 anos de idade de conhece-lá por meio de um guia turístico. 🙂

Como vocês podem ver, minha cidade tem bastantes histórias, nem cheguei a falar um terço do que temos para conhecer na capital. Mas espero que eu tenha os inspirados a visitar este lindo lugar que carrega grande peso na construção histórica do Brasil. Fiquem com algumas fotos tiradas por mim, e outras da internet. Afinal o “OLHAR É MEU” e nosso. kkk, Bjkss

1460003_632399590134848_2019141755_n

Foto por Renata Lima – Marco Zero

1464098_632399586801515_1095776198_n

Foto por Renata Lima – Famosa escultura do Ricardo Brenand no Marco Zero

UMA DAS SETE MARAVILHAS DA NATUREZA: CATARATAS DO IGUAÇU, UM PASSEIO INESQUECÍVEL!!

Oi pessooal, tudo bem? No post de hoje quero contar pra vocês como foi minha visita a um lugar indescritível. Hoje será um post diferente, não darei dicas ou roteirinho de uma viagem. Achei este lugar tão incrível que na minha opinião ele merece ser comentado de acordo com minhas impressões e expectativas que tive. Estou falando das Cataratas do Iguaçu, localizada na cidade de Foz do Iguaçu no Paraná/Brasil.

Considerada umas das 7 maravilhas da natureza em todo o mundo, as Cataratas do Iguaçu é uma vazão de águas formadas por  um conjunto de mais ou menos 19 quedas d`água originárias do rio Iguaçu, 18km antes de juntar-se ao rio Paraná que faz fronteira com o Brasil e Argentina. A maior parte das quedas estão localizadas do lado argentino, porém voltadas para o lado brasileiro, o que proporciona a mais bela vista para quem as presencia desse lado. Como podem ver na foto abaixo.

IMG_1651

A quem diga que o lado argentino é mais bonito, é como se no lado do Brasil fosse uma visão panorâmica de toda a queda (como puderam ver na foto acima) e no lado argentino uma visão mais próxima, inclusive a maior parte da caminhada pelas trilhas do lado argentino é por cima das águas do rio. Acho que deu para entender né. kkkk

As Cataratas faz parte do Parque Nacional do Iguaçu, é uma reserva que abriga grandes diversidades da fauna e flora brasileira e uma vasta concentração da Mata Atlântica onde podemos observar espécies em extinção . Este complexo é monitorado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade o (ICMBio). Juntando toda esta “escultura” da natureza, temos um lindo cenário para apreciarmos e vislumbrar com tanta beleza. É realmente um incrível espetáculo!

Depois de toda esta explanação só tenho elogios a falar para vocês deste lugar, aliás, te pergunto: Você já viu algo que não seja um espetáculo que a natureza tenha “criado”? haha. Realmente fiquei hipnotizada com tanta exuberância. No período que estive, as quedas d`água estavam com grandes volumes, (entre os meses de outubro a março) as águas estavam bem branquinhas, acerca de 1500m³, é o volume que pode chegar a ter variando entre os períodos de cheia e de seca. Uma amiga me contou que no período em que ela visitou, início de ano, as águas estão bem marrons “cor chocolate” hehe. A quem especule que o melhor período é o do verão, as quedas estão amenas e a possibilidade de encontrar um arco-íris é maior, mas, te digo: É tudo tão bonito que em qualquer época do ano é um bom momento de visitar as Cataratas, sem medo de você sair de lá decepcionado. Sério mesmo! Corre para arrumar as malas! srsr

IMG_1682

Também chegamos próximo das quedas d`água no lado brasileiro, estava nublado e junto com a “fumaça” das águas e o céu turvo ficou tudo branco, lindo de ver!

Ha, tenho que contar a vocês que não deu tempo para visitar o lado argentino (coração doído até hoje) snif, snif!! Houve um erro de cálculo no tempo disponível que tive, no qual não pude ver e verificar para poder confirmar com vocês se o lado argentino é realmente mais bonito como dizem. Mas assim que eu voltar lá conto tudinho! srsrs. Porém, acho um pouco difícil de ser mais bonito em comparação ao que vi do lado brasileiro. Eita, eterna dúvida hein!! kkkk como amo a natureza, sei não, acho que vou preferir os dois. kkkkk. Me conta aí se você já foi e o que tu acha? Gente a água é tão gostosinha, eu fiz um passeio pelas águas do rio, o Macuco Safari, e cheguei beeem perto das quedas, me molhei nas águas do rio iguaçu e pasmem, a água não estava muito gelada, estava ótimaa! Nem quente nem gelada demais apesar de ter ido próximo do inverno. São daqueles lugares que temos que visitar antes de morrer sabe? Como dizem por aí, é de tirar o folego! Realmente estou encantada até hoje! E é isso, recomendo bastante e espero que tenham gostado deste relato bem breve, me contem se querem que eu faça um roteiro de viagem pela cidade de Foz do Iguaçu, a cidade tem vários lugares para visitar  e também faz fronteira com a Argentina e Paraguai. Quero saber hein!

Bem, inspirem-se com outras fotos tiradas por mim, é o meu olhar das Cataratas, que quero compartilhar com vocês. Se você tenha ficado animado em visitar esta maravilha do mundo, já valeu todo o meu tempo dedicado a ente texto. De coração, vocês vão amar!! Bjkss até próximo post semana que vem.

IMG_1472

As quedas visto de cima do elevador.

IMG_1678

Existe esta passarela que também você “caminha pelas águas do rio”, assim como na Argentina, mas é só esta! Ela te dar acesso a “garganta do diabo” a queda d`água mais alta.

IMG_1642

Esta é a visão panorâmica das cataratas pelo lado brasileiro.

IMG_1677

Este “embasado” na foto não é chuva, é a “fumaça” que faz as águas, por conta da força e volume.

IMG_1662

Durante a caminhada existem vários locais que você pode ver as cataratas de ângulos diferentes.

IMG_1649

No período de seca, algumas quedas somem. Devido ao pouco volume do rio.

IMG_1685

O mais próximo da queda d`água que você chega no lado brasileiro. É muita água!!

IMG_1667

Onde estão estas quedas pertence ao território argentino.

Por que devo conhecer a praia da Pipa no Rio Grande do Norte?

O post de hoje é para falar sobre um local muito badalado e aconchegante aqui do nordeste e que tive a oportunidade de conhecer durante o último feriadão. A praia de Pipa, situada no estado do Rio Grande do Norte a 1h de Natal.

Este ano resolvi aproveitar todos os feriadões com viagens a lugares que ainda não conheço dentro do Brasil. E neste feriado de 02 de novembro foi a vez da praia de Pipa, localizada no município de Tibau do Sul. Pipa recebeu este nome porque acreditasse que quando os portugueses aportaram  nesse local, avistaram a “Pedra do Moleque” parecido com um formato de um barril, onde os portugueses guardavam seus vinhos e chamados por eles de Pipa.

Quem mora no nordeste já ouviu falar da badalação e movimento que tornou-se a cidadezinha de Pipa famosa, não faz muito tempo que virou ponto turístico, porém cresceu bastante e sua fama já se espalha pelo Brasil a fora. Com tanta beleza natural já ganhou o coração das pessoas e Pipa hoje recebe milhares de turistas durante o ano e principalmente no verão. Por a região está a alguns graus da linha o equador, o vilarejo apresenta clima tropical.

É fácil achar o vilarejo, vindo pela BR-101 antes de chegar a Natal, é só entrar no município de Goianinha e seguir pela estrada de Goianinha até o centro de Pipa. A estrada é bem sinalizada.

Pipa é encantador, considerada ainda um vilarejo, o que caracteriza uma pequena cidade, as ruas são bem estreitas, mas bem aconchegantes. O fluxo de carros durante alta estação é bastante grande, o que torna um pouco ruim andar pela cidade de carro. Aconselho então reservar uma pousada, hostel, hotel, etc  pelo centro de Pipa, dá para conhecer tudo andando, se você tiver disposição.

Os pontos turísticos mais conhecidos da cidade são: A praia do amor, a praia central, a baía dos golfinhos, praia do madeiro, chapadão, pôr do sol em Tibau do Sul ou do mirante de Pipa, a noite na cidade é bem badalado e com muitos bares e boates para aproveitar, além desses locais você também poderá explorar as praias vizinhas, como Sibaúma, Barra do Cunhal  dentre outras praias, e se tiver tempo, visitar Ponta Negra em Natal. (a praia de Natal mais próxima de Pipa).

Como passei 3 dias, deu para conhecer boa parte dos pontos turísticos. Fiquei em um hostel no centro, onde pude ir andando mesmo para os locais, como mencionei. O centro se resume a uma rua longa e estreita onde encontram-se os bares aos montes de todos os tipos e preços, lojas com souvenir, supermercados, sorveterias, boates, Informações turísticas, posto policial, ponto de ônibus (micro-ônibus),lojas que vendem passeios turísticos, tudo está localizado nesta rua de ponta a outra. Até uma Subway existe por lá srsrsr (para os fanáticos desse tipo de comida) e também uma mini praça, onde as pessoas fazem algumas atrações como roda de capoeira entre outros temas culturais.

Os passeios mais legais que não podem deixar de fazer são:

Conhecer A PRAIA DO AMOR, você pode ir andando pela praia mesmo. (nesta opção você deve ficar atento a maré, peça um mapa das marés no seu local de hospedagem (geralmente eles te dão um folder informativo) e fique atendo aos horários das marés baixas, pois só conseguem caminhar pela praia durante este período. Você escolhendo essa opção podes aproveitar e desfrutar durante a caminhada das piscinas naturais que se formam ao longo da praia com águas mornas e transparentes, como também, da paisagem com as pedras e arrecifes que componham a vista. Ou se preferir o acesso se dar também “andando por cima”, pela rua central mesmo, nesta opção você precisará descer grandes escadarias até a praia, é válido pois a vista é muito bonita lá de cima. É como se fosse um morro, a cidade fica em cima de grandes falésias, formação geográfica deste lugar. É conhecida como “praia do amor” devido ao desenho que a rocha e o mar fazem imitando um coração. Nesta praia é muito comum a prática de luau, verifica se terá algum durante tua estadia por lá. Um boa iniciativa que vi por lá e que fiquei encantada foi a Biblioteca da praia, vários livros estão expostos para quem quiser lê-los.

Conhecer A PRAIA CENTRAL, assim que você chega na rua principal e para chegar a praia principal, você desce uma pequena “ladeira” pois como falei, a cidadezinha fica um pouco a cima do nível do mar. Assim que você descer, já está na praia central. Do lado direito, e que dá acesso a praia do amor, onde achei o melhor local para banho, é a praia onde existe um “deque” de madeira, ali não existem pedras dentro da água, na maré baixa fica um vasto banco de areia onde você pode tranquilamente se deitar e se bronzear, caso queira. hehe! Do lado esquerdo, existem alguns bares a beira mar e uma estátua do Santo protetor dos pescadores. É a praia onde encontra-se muitos nativos e onde você pode se banhar nas piscinas naturais que se formam ali também e até surfar.

Conhecer A BAIA DOS GOLFINHOS, existem vários modos de conhecer este local, os locais de venda de passeios turísticos todos englobam este ponto, para mim o mais esperado. Você pode comprar o passeio de lancha, barquinho, stand up  padlle, mergulhos ou você pode ir a pé, dizem que da própria areia da praia consegue vê os golfinhos. Eu não fui andando, como tinha pouco tempo escolhi o passeio de lancha, no valor de R$35,00, comprei lá na praia mesmo, você será abordado pelos vendedores. Nem se preocupe!! srsrs O passeio te leva para ver os golfinhos, dá um tempo lá até conseguir vê-los, te dão um tempinho para mergulhar, e depois segui para a praia do Madeiro, uma visão panorâmica. A sensação de andar de lancha foi muito boa, mas “aguente” os balançados, hehe dá um pouco de mal estar. Se já és acostumado, ótimo!! Vale muito a pena, recomendo bastante.

Conhecer o Pôr do Sol, existem dois lugares para contemplar o pôr do sol: Um é o mirante de Pipa (que dizem ser o chapadão) e o outro é seguir para a praia de Timbau do Sul. Para isto é preciso ir de carro, pois fica longe para ir a pé, a não ser que você tenha muitaaa disposição, kkk. Porém, você consegue alugar um carro por lá mesmo ou comprar um passeio que já inclui a visita para ver o pôr do sol. O espetáculo é muito bonito. Como eu estava de carro, fui no meu próprio veículo para Timbau do sul, é bom chegar cedo, o sol lá se põe umas 16h:50min, às 17h:10min já “não tem mais sol”. hehe…Esse sol é muito rápido! kkkk. Existem passeios que você pode visualizar também do mar, mas requer o dia todo, pois tem vários roteiros inclusos e o valor é um pouco salgado, em média R$180,00 por pessoa com open bar e self service incluso (mas este passeio recomendo só para quem irá passar muitos dias no local, ok?)

OBS: Você também pode reservar um tempinho para conhecer a reserva ecológica, fica no caminho da praia de Timbau do Sul, lá você observa do alto o nadar das tartarugas marinhas e muito mais atrações. Acredito que pague para entrar. Não deu tempo de visitar. Com certeza na próxima visita está na lista de passeios. hehe

E claro A NOITADA DE PIPA, a hora mais aguardada pelos turistas, principalmente os mais jovens. Ao longo da rua principal como falei, existem vários bares, e boates. Os mais conhecidos e ponto de encontro da galera são: A boate Tribos, o Bar Oz, o bar e boate Bakanas, a boate Calangos (essa fica do lado oposto de todas essas outras) e o Ágora, onde a programação geralmente é um forró aos domingos. Todos esses locais ficam depois da praça central, a rua fica lotada e a “rapaziada” começa a sair umas 23h, sem hora para voltar. O povo lá é noturno mesmo kkkkk. É preciso disposição. Para que dormir não é mesmo?? hehe. Para quem não curti uma badalação, bares para todo o gosto é o que não faltam. Aproveita!

Duas ruas me chamaram atenção perto desses locais, uma é a Rua que parece a “Grécia” (batizei ela assim), uma rua que tem um temaki e que as paredes das lojas são todas brancas com decoração vermelha e a outra é a  “rua do céu”, uma rua bem organizadinha com estrelas decorando o alto e cada pedrinha do chão são pintadinhas, bem coloridas. Muito Fofo!!

Bem, espero que tenham gostado das dicas e de conhecer um pouco mais, nem que seja pelo meu texto, a cidade de Pipa. Aproveita bem tua passada por lá e faz bastante amizade, porque gente é o que não falta, kkkk, principalmente os gringos, que tomam conta do pedaço, tanto como moradores como os turistas de todo mundo.  Até o próximo post. Haaa me deixem sugestões de posts, por favor!! hehe bjksss!! Curtam as fotos, toda tiradas por mim. E não esqueçam de seguir o blog e a página no facebook. (www.facebook/olharmeu-Blog)https://olharmeu.wordpress.com/2015/05/11/porque-devo-conhecer-a-praia-da-pipa-no-rio-grande-do-norte/

Esta foto eu aponto como minha melhor vista. Inclui aí a rashtag #minhamelhorvista

Esta foto eu aponto como minha melhor vista. Inclui aí a rashtag #minhamelhorvista

IMG_1854

Chapadão. É o nome pelo qual são chamadas as Falésias que predominam a geografia do local.

IMG_1830

Pausa para uma foto! Lindos locais para fazer um book se quiser.

Chapadão

Chapadão

IMG_1744

Na lancha esperando aparecer os golfinhos. hehe

IMG_1768

Ladeira do centro de Pipa.

IMG_1770

Estátua do pescador fica em frente a praça.

IMG_1804

Praia do Amor! love! love!

IMG_1808

Vista da praia do centro, local de partida das lanchas e barcos para os passeios.

Luau na praia do amor. Turma animada!

Luau na praia do amor. Turma animada!

As iniciativas que comentei no texto. Muito legal!

As iniciativas que comentei no texto. Muito legal!

única foto que conseguimos do golfinho!

única foto que conseguimos do golfinho!

IMG_1864

Amei o jogo de palavras! hehe

IMG_1856

Natureza é mesmo linda!

RIO DE JANEIRO: COMO ORGANIZAR UM ROTEIRO DE TRÊS DIAS PELA CIDADE

Até que enfim Deus me permitiu conhecer a Cidade Maravilhosa! \o/\o/
Sim, tinha muita vontade de conhecer o Rio de Janeiro e esse ano aconteceu!!
Foi uma visita de três dias durante um feriado, mas deu para conhecer os principais pontos turísticos! Por isso, decidi fazer este post para você que também está planejando fazer uma viagem para lá com pouco tempo na agenda ou para aproveitar um feriadão talvez. Fiz esse roteirinho para os três dias que estive no RJ e deu super certo. Dá uma conferida.

Em primeiro lugar é bom você organizar com antecedência toda a lista básica de uma viagem. Onde vai ficar, com quem irá ou sozinho, passagem, dinheiro, mala arrumadinha e pronto, #partiu hehe!

Bem, viajei com mais 3 amigas, o que facilitou na hora de dividir as “contas”, viajar em grupo é bom porque tudo é dividido e você no final acaba gastando um pouco menos em relação a hotel, táxi, comida!! Arruma sua turminha e pé na estrada! srsr

No 1º dia, chegamos às 07h da manhã do sábado, em menos de 30min já estávamos no hotel, localizado em Copacabana, na Barata Ribeiro. Organizamos as malas, nos arrumamos e já partimos para a primeira aventura.
A sugestão que dou, e que funcionou conosco, foi ir primeiro ao Jardim Botânico, como era próximo onde estávamos e um passeio mais tranquilo para o primeiro dia que você já chega um pouco casado, casou muito bem. Anota então tudo direitinho.

Dia 1: Vai ao Jardim Botânico, passeio super delicioso e mais calmo para poder aguentar o cansaço do primeiro dia. De lá,  vai em direção a orla, começando pelo Leblon caminhando até o Leme. Nesse caminho você pode ir parando para tirar fotos com a estátua do Carlos Drumond de Andrade, aproveita e já dá uma paradinha também na pedra do Arpoador para ver o pôr do sol (dizem ser lindo, não pude ver, pois, estava nublado) e segue sentido Copacabana até o Copacabana Palace. Mas a frente já é o Leme, ponto final da orla sul. Aproveita bons ângulos para bater suas fotos.

DSC07178

Esculturas na areia. O artista costuma pedir uma contribuição para quem bate uma foto.

Vários locais bacanas para bater uma foto no Jardim Botânico. Com as amigas da viagem!

Vários locais bacanas para bater uma foto no Jardim Botânico. Com as amigas da viagem!

Lembra o final da novela

Lembra o final da novela “Por Amor”? Foi neste local.

Meu Olhar na fotografia! Achei linda a composição.

Meu Olhar na fotografia! Achei linda a composição.

Meu Look para um dia Nublado sem chuva.

Meu Look para um dia Nublado sem chuva.

IMG_0634

Copacabana Palace. Gostei deste ângulo, porém a maioria tira a foto da calçada da orla com o prédio ao fundo.

Dia 2: Primeira regra, Acorda beem cedo e #partiu rua! kkk. É sério gente, para garantir a visita nos pontos turísticos em poucos dias é quase uma maratona. Então, de manhã cedo primeira parada é para o Pão de Açúcar, se você estiver por ali na zona sul dá para pegar um táxi, de “Copa”, pagamos uns R$15 reais (dividido entre 4). Mas se preferi ir de ônibus pega a linha 511 – Copacabana/Urca.

É bom ir cedo, porque todos estes pontos no Rio tem uma fila enooorme lhe aguardando, daí você já garante enfrentar uma fila menor. Umas 3/4 horas dá para conhecer bem o Pão de Açúcar.

Se bater uma fominha existe lá em cima um restaurante e várias lanchonetes. Se tu tem dinheiro sobrando, vale parar no restaurante, porém, se estais com pouca grana, uma paradinha nas lanchonetes vale muitoo a pena também. Comer olhando aquela vista da cidade do Rio lá do alto não tem preço. (fiquei com os olhos grudados na vista para garantir que não irá mais sair da memória aquele momento) hehe. Antes de ir embora, dar um “pulinho” na praia vermelha, é bem ali, do ladinho do destino final do “pão”, você pode aproveitar e tirar ótimas fotos com o Pão de Açúcar de fundo.
OBS: Ao entrar no bondinho do Pão de Açúcar você recebe um bilhete eletrônico, não se desfaz dele, deixa em um local bem fácil, porque a cada entrada ou saída dos bondinhos você precisará apresentar este bilhete, te liga que é tua passagem de volta até a Urca de onde você saiu. kkkkk
A parte da tarde, dá para você visitar a Lapa, os seus arcos e a escadaria Selaron. Essa visita é rapidinha, se ainda te sobrar um tempinho, tenta ver se o bondinho que passa em cima dos arcos da Lapa está funcionando e aproveita. Durante minha visita não estava, então fui conhecer os bares da Lapa. Passada rapidinha por lá. À noite você pode continuar a aproveitar os bares dali ou segue de volta para a Zona Sul e aproveita para fazer umas comprinhas na feirinha de rua de “Copa”, dá até para parar em uns barzinhos da orla. Escolhe qual melhor opção e se joga.

O cristo dá para ser visto em qualquer ponto da cidade.

O Cristo Redentor dá para ser visto em qualquer ponto da cidade.

Aproveita este ângulo e tira uma foto com o Pão de Açúcar ao fundo.

Aproveita este ângulo e tira uma foto com o Pão de Açúcar ao fundo.

Arcos da Lapa

Arcos da Lapa

Escadaria Selaron. É preciso um pouquinho de paciência para conseguir uma foto sem pessoas ao fundo. Ás vezes não consegui.

Escadaria Selaron. É preciso um pouquinho de paciência para conseguir uma foto sem pessoas ao fundo. Ás vezes não consegui.

Dia 3: No terceiro e último dia, e claro fechando com chave de ouro, na minha opinião. Acorda cedoo (de novo) e #partiu Corcovado (Cristoto Redentor).
Existem duas maneiras de chegar ao Corcovado: de trem e de van. Na minha opinião, e claro mais rápido, foi ir de van. É  também mais cômodo, pois a van leva e trás até o ponto de onde você a pegou.
Como estava em “Copa”, existe agora na Praça do Lido um ponto de venda. Alguns moradores não irão saber a respeito, pois é um posto novo. Mas é fácil achar. Se liga! Após o Copacabana Palace, do lado direito da orla, passa uns 5 a 6 prédios (ou menos) já chega a Praça do Lido, você verá logo a fila de compras de Ingresso. hehe. A bilheteria abre as 08h, se você chegar este horário consegue ir cedo ao Cristo, mas se você chegar já as 09h, a fila já estará dando voltas. E não é possível comprar ingresso de um dia para o outro.

OBS: Não é vantagem ao menos para o Corcovado comprar ingresso antecipado no site, você terá que enfrentar fila grande do mesmo jeito, ta bom? Comprado teu ingresso, já segue para outra fila… (socorro é muita fila nesse Brasil!! kkk)…a fila da van, aí é só moleza, ela te deixará bem dizer aos pés do Cristo. kkkk. Sobe algumas escadas, tu já vai se maravilhando com a vista lá do alto antes mesmo de chegar ao monumento do Cristo. Lá em cima o tempo é livre, aproveita o bastante. Existe uma capelinha atrás do monumento, aproveita e agradece! hehe
Umas 2/3 horas dá para se esbaldar de fotos, vídeos e etc. Pode aproveitar e almoçar no restaurante lá mesmo. O preço é “salgadinho”, mas como eu estava com mais 3 amigas e economizamos lá no “Pão”, lembra?? Deu para garantir o rango no Cristo. kkk
A hora que quiser voltar é só descer até onde a van te deixou que a cada 5/10min sai uma ‘vanzinha” para o destino que você a pegou, no meu caso foi “Copa”. Verifica a previsão do tempo para não “pegar” o Cristo com neblina, mas se não for inevitável, vai assim mesmo, ás vezes o tempo melhora de uma hora pra outra. Quando fui estava nublado e ventando horrores. kkk
E por fim, na parte da tarde, se teu voo for à noite, ainda dá para aproveitar o Maracanã numa visita de 2 horas é um bom tempo ou se não te faz questão, aproveita a praia na zona Sul, Copacabana, Ipanema, Leblon e vai garantir teu instante de “Carioca da Gema” ou de “Garota de Ipanema” hehe kkkk é bom que tu já volta para casa com uma cor diferente! Ou se der sorte vê um artista dando mole por lá! srsrs

Foto clássica! Para conseguir este ângulo é preciso contorcionismo, kkkk. O fotógrafo precisa se deitar no chão. hehe

Foto clássica! Para conseguir este ângulo é preciso contorcionismo, kkkk. O fotógrafo precisa se deitar no chão. hehe

IMG_0657

A capela que comentei.

A capela que comentei.

Vista lá do alto da lagoa Rodrigo de Freitas.

Vista lá do lado direito do monumento.A lagoa Rodrigo de Freitas. Me pareceu um coração! hehe

Gostei do ângulo, vista de frente do monumento.

Gostei do ângulo, vista de frente do monumento.

E no final o almocinho com as amigas!

E no final o almocinho com as amigas!

Bem, é isso meus amores, eu me diverti super nesses três dias na Cidade Maravilhosa, até hoje tenho histórias para contar. Aproveita o tempo que tens e deixa a preguiça de lado! Deixa para dormir quando chegar em casa. kkkkk
Aproveita porque o Rio é Lindo mesmo! Um beijo e até o próximo post.
Haaa já publiquei o vlog dessa viagem lá no meu canal no Youtube (Blog Olhar Meu) https://www.youtube.com/watch?v=GpZH5gO_Ogs, dá uma conferida e não esquece de clicar em “gostei”, ta bom!!